quarta-feira, 27 de abril de 2011

Aos solitários



Por muito tempo acreditei que era preciso ir à caça para encontrar tesouros, quando o mapa dos meus desejos estava escondido no bolso de um amor tão próximo. Não foi preciso desbravar mares infinitos, nem roubá-lo de ninguém: era meu, e ponto. Caiu em mim e serviu. Outras partiram e voltaram sem a mesma sorte, recolhendo velas de embarcações furadas. Alguém, talvez, estivesse esperando por elas no próximo cais, aquele justo o qual ninguém foi visitar. Mas não é outra força que arrasta a vida, se não os ventos do acaso.

Convenci-me de que a busca é o veneno do encontro. Procuras incessantes só revelam achados desnecessários. Corações solitários não devem alugar-se por qualquer preço, nem perder a fé de que um dia chega o inquilino. Não adianta desenterrar números antigos e apanhar o primeiro bonde rumo ao compromisso. Nem sempre estar junto é bom. Quem quer ser descoberto precisa, antes de tudo, achar a si mesmo.

Não existe amor pré-concebido. O bicho arredio ignora sugestões, por mais bonitas e adequadas que sejam elas. Vem e vai ao ritmo da maré, deságua em praias inesperadas. Navegar em direção a ele é inútil, a predileção é pelos distraídos. Em algum lugar existem mãos dispostas a segurar as suas pelo resto da vida, que vão se perder em outros corpos se as ânsias do querer imediato não permitirem alcançá-las. O segredo é aguardar. Como a rede lançada ao mar que espera, pacientemente, o cardume perdido.



16 comentários:

  1. Eu precisei desacreditar o amor para voltar a encontrá-lo, então concordo plenamente com a não-busca.
    Belo texto.

    ResponderExcluir
  2. Nossa me indentifiquei muito com esse texto, pois isso é exatamente um carma na minha vida!
    eu com 17 anos que nunca namorei, sei que anos atrás isso poderia ser normal porém hoje em dia em meio a meninas tão novas com namorados, fica difícil!
    E as vezes fico a pensar se a culpa é minha por falta de atitudes ou de ir correr atrás... Ai é complicado viu!! rsrs
    Adorei, bjs.
    http://bruuhloira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Que texto maravilhoso, realmente me identifico pelo que você escreve, e espero que se identifique pelo que eu escrevo, da uma passada se puder.

    http://mensagensquenaomandei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. tem dessas.

    to seguindo!
    porque o mundo não é só redondo.
    segue os meus ae!

    http://maiseducacaocleonicebragafonseca.blogspot.com/
    e
    http://euachoqueusimplesmentenaosei.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. oi Linda, adorei a sua postagem! Tem muita sensibilidade.
    Vou te seguir, dá uma passadinha no meu!
    Beijos Mil!
    http://amabellecosmeticos.blogspot.com/2011/

    ResponderExcluir
  6. dá uma passadinha na minha loja, ele tá em oferta!
    http://www.amabelle.com.br/products/212-vip-carolina-herrera

    Se tiver alguma dúvida pode tb me contactar por e-mail.
    contato@amabelle.com.br

    ResponderExcluir
  7. Texto perfeito!
    Adorei. *-*
    Palavras bem usadas e numa correlação perfeita entre amor, seus afins e navegação e suas descobertas. Gostei mesmo!
    Tá de parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Nossa Fabi... adoreeii!
    E engraçado que li um texto muito parecido de uma amiga de blog.
    Dá uma conferida http://tenholaminhasduvidas.blogspot.com/

    Mas não deixe de passar no meu =D

    BeijOs flor
    http://evesimplesassim.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. E ai, Fabiane, tudo bom?

    Faz um tempo que eu não passava por aqui, mas valeu a pena: este é o teu melhor texto que eu já li.

    O tema é o mais batido de todos, é a temática que mais se encontra por ai na "blogsfera", mas eu nunca vi alguem a abordar dessa maneira: entre a ficçao e a confissão. É como se voce estivesse bem no meio dos 2, brincando de equilibrismo no meio-fio.

    Além disso, outra coisa que chamou muito a atanção foi a congruência de opniões. Sou do time que acredita totalmente no "acaso". Você não pode força-lo ou fingí-lo, o amor pode aparecer para todos os que pisam na rua e você o reconhecerá quando ele aparecer na sua frente.

    Mas você só vai ver ele se você se conhecer. Taí mais um ponto em que concordo contigo: o amor-próprio e o auto-conhecimento é um trabalho essencial para melhor poder ver os outros.

    Até

    O Grande Urso
    www.ograndeurso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Notou que seu blog fez um ano? hfaue visita o meu, vaaaai www.takealooklet.blogspot.com :D

    ResponderExcluir
  11. eu também concordo demais com muita coisa do texto...show de bola a construção e todo contexto!!! sou fã do blog tb :D
    da um pulo no meu tb?!
    http://souzacoms.blogspot.com/

    Beijooss...

    ResponderExcluir
  12. Não acho que você seja uma (pseudo)escritora; pelo contrário (mensagem no Orkut). Acredito que o principal você já conquistou: essência e conteúdo. O restante acontece... Desejo-lhe sucesso e prosperidade. Um abraço!
    http://nelsonsouzza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. SOU MAIS CETICO, MAS NÃO DEIXA DE SER UMA ANALISE INTERESSANTE..

    se possível visite meu blog

    www.semente-terra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Que lindo. Adorei . Uma verdadeira análise esperançosa.

    ResponderExcluir
  15. Não buscar é sempre a maneira mais fácil de encontrar... encontrar tudo aquilo que você precisa no caminho e não tudo aquilo que pensa que precisa. Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Adorei seu blog e o mix de informações que vc apresenta...

    Já estou te seguindo, se quiser passa lá no meu para dar uma olhadinha!!!

    Bjos.

    http://modaeexcelencia.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Serviço de atendimento ao leitor