domingo, 20 de junho de 2010

Cortem os testículos do Justin Bieber!


Olhando com desgosto essa juventude que desfila por ai em cores berrantes, pergunto-me quando é que arrancaram a flor da minha idade. As espinhas que enfeitam esse rostinho de criança enganam, carrego nas costas o peso de uma velhice precoce. Já torço o nariz para essas manifestações culturais estranhas, não sei sequer manejar essa tecnologia dedável, envelheci duas décadas ou mais. Ainda ontem tinha no rosto o ar travesso de quem consegue dominar o mundo, e agora... Agora é difícil sobreviver a ele.




Que saudades tenho da minha geração, aquela que sobrevivia sem Internet, desprendendo prazer apenas por socar as teclas de um Nintendo pré-histórico, das fitas freneticamente assopradas. Na televisão, nossos (saudáveis) heróis eram másculos e viris como os Thundercats e os Cavaleiros do Zodíaco, ou bem mais humildes – vide o Homem codorna. Era uma época feliz, de crianças espertas que sonhavam em receber uma cartinha de Hogwarts ou treinar um pokemon. Crianças que colecionavam tazos, e aplaudiam bandas como Mamonas Assassinas e Legião Urbana. Crianças que não achavam a vida uma puta falta de sacanagem.




Na esteira dos fenômenos andrógenos que despontam no coração das tietes do século XXI, um jovem rapaz com estatura de criança e o tradicional cabelinho lambido vem se destacado. Como a maioria dos artistas que fazem sucesso por ai, a figurinha brilhante surgiu no Youtube. Estou falando de Justin Bieber, o sex apeal recém saído das fraldas, franzino e cheio de marra. E eu me pergunto, o que será desse bebê quando a sua voz sofrer as alterações da puberdade? Aos 15 anos, a estrelinha canadense aparenta 12. A solução que encontrei é simples, meio malévola talvez.

Cortem os testículos do Biba.

Não é uma prática estranha, afinal. Até a metade do século XIX, aliás, era comum castrar os jovens promissores que apresentassem a voz aguda. Dessa forma, impedia-se a maturidade sexual e, conseqüentemente, a deformação daquele belíssimo e límpido canto. Os Castrati eram artistas extremamente caros e valorizados. Infelizmente, a prática foi proibida em 1870. Poupado da violência, a criança crescerá, e seus refrões melosos vão ecoar em outra freqüência. Bom, pelo menos eu apresentei uma alternativa para preservar esse “talento inigualável”. Para não dizer que sou uma velha rabugenta nesse mundo novo.



12 comentários:

  1. Escrevi estes dias um texto com igual nostalgia..Tivemos a sorte de viver numa infância sadia e tranqüila, reeealmente infantil. Como tenho irmãos menores, isso me preocupa ainda hoje. E tento resgatar como dá artefatos e brincadeiras passadas, pro dia-a-dia dos pequenos! Hahaha
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Só de ler o nome desse guri me cansa, viu?
    Não achei que iria desgostar das cores e tudo mais.

    ó vida cruel s;

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Mal humorada!
    Mas aprecio o que vc escreve =)

    ResponderExcluir
  4. me conta QUEM FEZ O SEU DESENHO????

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente não tive a sorte de nascer na sua época... É complicado ser uma das únicas meninas da minha idade que não gostam de Biber, Restart e essas coisas. Enfim, bom texto.

    ResponderExcluir
  6. capitao planeta! fantastico mundo d bobby! power rangers! punk! dolg(capitao codorna rsrsrs) puuuuuuts ameeeeei esse post rsrsrs e o blog tmb! po cortem os testiculos do justin B? ele tem? rssrssr com essa voz fina pensei q n tinha rsrs
    po mt bom seu blog! rsrsr me diverti mt com ele serio msm! rsrsrs

    po tmb tenho um se quiser dar uma olhada ;)
    (http://rafoguense10.bloggeiros.com)

    bjao do seu mais novo seguidor! rsrs vou vir aqui td dia rsrs mt boa! fiquei igual criança com esse post!

    ResponderExcluir
  7. Bom texto, claro e envolvente!
    Parabéns pelo blog,



    http://midisouza.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oh meu deus! finalmente alguém que compartilha a mesma fantástica idéia! Castrar o justin biba seria a solução para ele e as suas tão infantis fãs!
    Amei seu blog!
    Dá uma olhada no meu?
    www.g-incomum.blogspot.com
    Beijão =D

    ResponderExcluir
  9. O mundo era bom
    chegou 2000 todo mundo dizia que o mundo ia acabar
    E pior estava acabando
    cada vez surgindo MERDAS como estas

    Parabéns pelo post

    Visite:
    http://mixblogpll.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Fala aew! Muito bom teu post. Caramba e é legal como a sessão nostalgia é sempre envolvente. É impressionante como não há opções para geração, antigamente tínhamos a TV Globinho com os clássicos dos anos 90 pela manhã, no SBT era só ligar à tarde que com certeza estava passando algum desenho animado, talvez um clássico dos anos 80 e no final da tarde tinha o Doug (até msm pela pobre variedade na grade de programação) e à noite tinha o CRUJ (Comitê Revolucionário Ultra Jovem com os desenhos assinados pela Disney. hoje não existe mais isso. É triste!!

    Tenho um blog tbm www.coerenciaimparcial.blogspot.com

    Bjao e sucesso

    ResponderExcluir
  11. Realmente, você esta certa.
    eu ainda consegui pegar a época de Legião Urbana, e enfim. O mundo agora gira em torno de modinhas, Justin, Restart e enfim, coisas que vao e depois de tres dias vem uma igualzinha a outra.
    ai eu fico me perguntando, Será que ainda tem pessoas que curti um bom e velho The Beatles?(eu curto), ou talvez escute a maravilhosa voz de John Lennon?
    Classico nao deixa de ser classico, Justin pode esta fazendo fama agora, mas daqui 20 anos, acho q ninguem vai lembra de suas "musicas", ao contrario de The Beatles, e Elvis *-*

    Beeeijos, http://sentimentopoetico.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Serviço de atendimento ao leitor