terça-feira, 16 de agosto de 2011

Rapidinhas

Propus um desafio a mim mesma (mentira, só estava com preguiça de escrever um post decente): criar microcontos em 140 caracteres, ao melhor estilo do Twitter. Foi mais difícil do que imaginei. O exercício de síntese é complicado e fornece grandes empecilhos à imaginação. Mas já que fiz, não custa nada postar. Perdoem-me se estiver muito tosco.

Ciúmes

Encontrou uma foto de mulher na carteira dele e, enfurecida, foi tirar satisfações: – Quem é essa aqui, hein??? – É você, com dezoito anos.

Decepção

Aos noventa anos, descobriu o sentido da vida. Olhou bem para os filhos, netos e bisnetos reunidos, e morreu. Não acreditou que era só isso.

Presidiários

Incrível a quantidade de pessoas que se arrastam pela vida. Às vezes, os grilhões deixam rastros na areia. Como pesam as escolhas malfeitas!

Gramática

É só uma questão de pontuação, tem gente que é vírgula, outras nascem para ser ponto final. – E eu, sou o quê? – Você é sujeirinha no papel.

Inferno astral

Estava tão escrito nas estrelas que caiu feito cometa na cama dele. Mas pediu o divórcio quando descobriu a traição. Ele era de capricórnio.

Poliglota

Falava polonês, árabe, italiano, francês e russo. Apaixonou-se por uma cearense e passou a vida em silêncio. O amor é a linguagem universal.

Modernidade

Saiu de casa e descobriu o Apocalipse, bolas de fogo que despencavam do céu de fuligem enquanto o mundo ruía, e pensou: preciso twittar isso.

Mulher

Fez o escarcéu, disse que queria separar, que ele não a amava mais, que não dava certo... – Tudo bem. – TUDO BEM? VOCÊ QUER TERMINAR COMIGO?

Homem

Na mesa do bar, comentava o vestido curtíssimo da morena: – Que espetáculo! – Em casa, a mesma peça no corpo da esposa: – VAI SAIR COM ISSO?

Comunicação

Vizinhos, suspiravam de amor platônico um pelo outro, mas eram muito tímidos para conversar. Separados pela parede, aprenderam Código Morse.

Romantismo

Em plena lua de mel, sentiu raiva dos tantos filmes a respeito do amor. Ninguém tinha lhe dito que dormir de conchinha dava dor nas costas.

Rinha

Um dia os galos resolveram se vingar. Amontoaram-se no cercadinho, reforçado de milho e água, e fizeram suas apostas. Ganhou o Vítor Belfort

Futuro

A cartomante garantiu que, daquele encontro, sairia o homem de sua vida. Terminou bebendo sozinha no restaurante. Mas casou-se com o barman.


ATENÇÃO!

Ainda não acabou a votação para o Concurso Cultural Eu Amo Escrever... Meu conto está concorrendo e preciso da ajuda de vocês! Só clicar nos coraçõezinhos azuis, pessoal!!

http://www.li3.com.br/clientes/euamoescrever/contos.php?medalha-desonra&p=776

10 comentários:

  1. Adorei seus microcontos. Pura criatividade e humor. Estou te seguindo. Se puder, siga-me. Sou escritor, compositor e louco.
    Blog: carabemestranho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Muito legais os microcontos, Fabiane. Haja criatividade.

    ResponderExcluir
  3. Parabens, adorei o seu blog, curti seus microcontos. Estou te seguindo, se puder me seguir de volta, agradeço. =)

    http://infostartnet.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. FAFAAAAAAAAAAH, SUA GATA! Venho muito pouco ao seu blog, mas toda vez que venho tá CADA VEZ MELHOR =) Parabéns amiga! Larissa Mazocco

    ResponderExcluir
  5. flor se puder segue meu blog tbm
    bugigangazdanet.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Adorei o seu blog e o conteúdo dele.
    Tem post novo no nosso blog, dá uma passadinha lá? =)
    Que você tenha um excelente final de semana!
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Mulher > inspirado em fatos reais? hahahaha

    ResponderExcluir
  8. O twitter matou os blogs. mas você fez disso uma coisa boa...

    ResponderExcluir
  9. Microcontos muito criativos.
    Parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Antes de acabar de ler eu já estava procurando o botão pra compartilhar no FB. Não achar foi uma decepção quase tão grande quanto a do segundo microconto.

    Excelentes textos! Virei fã!

    ResponderExcluir

Serviço de atendimento ao leitor